Tradições

(o conteúdo deste vídeo pode ferir susceptibilidades)


A propósito do desafio de Março para a Fábrica de Letras sobre o tema 'Violência'.

11 comentários:

Catsone disse...

Em alguns países, o apedrejamento tb é "tradição"...
Violento.

Johnny disse...

Este tema é, na minha opinião, controverso, porque se ninguém duvida da violência de ambos os actos, ninguém pode duvidar que são incomparáveis, pois não acredito que se alguém visse um toiro a atacar uma mulher e tivesse uma arma na mão ficasse na dúvida sobre quem atirar. Há sim, a meu ver, uma questão de patamares que colocará a vida humana num patamar superior à vida animal, assim como colocará a tourada num patamar superior à alimentação animal. Concluo assim, que, podendo ser eu contra as touradas e culturas semelhantes, posso cair sem hipocrisia ao comer carne, cuja origem comporta comportamentos às vezes mais desumanos. Num mundo ideal não haveria tortura, a humanos e a animais, não haveria touradas e seríamos vegetarianos. Fico contente por não participar nas primeiras formas, menos contente por não ser vegetariano e triste por não conseguirmos (enquanto sociedade) discutir as coisas sem demagogias.

Fê-blue bird disse...

Querida amiga:
Desculpe mas não vi o vídeo, aliás a violência sobre os animais ou sobre pessoas que não se podem defender com as mesmas armas, causa-me muita aflição, fico completamente transtornada.

Beijinhos e bom fim de semana

Runa disse...

Muitas outras formas de violência são cometidas contra animais e, principalmente, contra a humanidade em geral. O vídeo está muito bem feito e fazes bem em o divulgar. Fechar os olhos e fingir que não vemos, é mais do que cegueira, é cobardia.

Bom fim-de-semana

Runa

Teresa disse...

Muito violento, mesmo chocante. Mas importante para nos recordar que a tradição não pode servir de desculpa para a violência e a ignorância.
Bjs

Gizelda disse...

Infelizmente , querida Helga, a violência está á mostra.Pode ser feita de pedras e de palavras com a mesma força.
Quanto ao touro, não conheço ninguém que retratasse esse sentimento melhor que Miguel Torga em " Miura" no livro Bichos.
O próximo tema da Fábrica poderia ser Ternura, para compensar a tristeza deste.

beijos e bom domingo.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Ai, Helga, mil perdões. Não consegui ver o vídeo.
Esse tema me oncomoda bastante, e concordo com a Gizelda acima: o próximo tema podeia ser mais ameno.

Beijo grande.

caminhante disse...

nem de propósito... hoje, perguntei a uma menina de 5 anos porque gostava tanto de assistir a touradas: "porque tem touros".

[na minha cabeça, uma outra pergunta... como é que permitem uma menina de 5 anos ver tal barbaridade???]

Briseis disse...

Excelente lembrança para este tema... Eu gosto muito dos animaizinhos... mas gosto de touradas, também. Consigo abstrair-me da problemática da questão e apreciar apenas a arte e a perícia dos toureiros, porque se por algum momento me ocorrer essa ideia da violência que está a ser cometida sobre o animal, fico incomodada.
É um assunto melindroso...

Natália Augusto disse...

Violência será sempre violência, independentemente da(s) vítima(s).
Este é um tema controverso e de várias abordagens, mas a violência gratuita não ppode ser cultural!

:(

Sandra disse...

Uma otima participação...
A vida é tão bela. Não sei porque a violência faz parte da vida de algumas pessoas..
O amor é tão especial e Puro..
A Violência vem acompanhando o Mundo desde o seu principio. É uma pena que ainda existe, das mais diversas formas. Tudo é muito triste. O que nos resta é levantar a bandeira da Paz.. Proclamar por ela.
A interação de amigos tbém entrou nesta..
http://sandrarandrade7.blogspot.com/2011/03/coletiva-tema-violencia.html
Não podemos permitir o seu alastramento. Temos sim é que ajudar a combater e cortar as raízes.
Carinhosamente venho compartilhar contigo este texto.
Precisamos sim nos unir em pensamento e passar todas as energias positivas e combatê-lo..
Falar da vida é muito melhor..Do amor ainda Mais. A Paz então nem se fala..
Sandra