Se...


Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem

Sophia de Mello Breyner Andresen

11 comentários:

Ava disse...

Muito sentido este verso da grande Sophia de Mello Breyner Andresen. Só posso mesmo concordar com tão sábia introspecção.

Beijinhos doces:)

Olga disse...

Um grande verso, uma grande verdade, relembrado aqui por uma grande mulher. Beijinhos.

Insana disse...

Se te doi é por que vicê viveu realmente..
amei o poema

bjs
Insana

Poetic GIRL disse...

Muito lindo o poema. bjs

AC disse...

Um olhar sentido, um vislumbre dos passos dados...
Poema lindo (ah, a Sophia!) e elucidativo.

Beijo

Gizelda disse...

Querida Helga...

Desculpe-me a bagunça no seu cantinho, mas o PC travou , eu insisti e a mensagem triplicou.

Aqui vai ela :

Ah! o amor...será que aqueles a quem amamos não se eternizam em nós , mesmo depois que se vão?

Beijos

Rogério Pereira disse...

"Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo"

Belos versos, de quem nos deixou com cerca de 85 anos... Que cada instante nosso seja vivido com tal intensidade!

Bonito poema, Helga

Beijo (Há muito que a não vejo...)

Patty disse...

Lindo!
Bjocas
Patty

Brown Eyes disse...

Nós todos sentimos mas ela senti e sabia o significado do que sentia e quem a escolhe também. Beijinhos

Alda disse...

Lindo!!!
Um bom fim de semana!
Bjs

Poetic GIRL disse...

Helga querida, foste a vencedora do desafio lá no blogue! Envia-me a tua morada para te poder enviar o respectivo prémio, foi mais que merecido. Mais uma vez obrigada por participares! beijo grande