A Rosa


Alguns dizem que o amor é um rio
  que afoga a relva macia
Alguns dizem que o amor é um lâmina 
que deixa a tua alma a sangrar

Alguns dizem que o amor é uma fome
Uma necessidade dolorosa que nunca acaba
Eu digo que o amor é uma flor e tu és apenas a semente

É o coração com medo de quebrar que nunca aprende a dançar
É o sonho com medo de acordar que nunca aproveita a chance
É aquele que nunca será dominado que não se consegue dar
  É a alma com medo de morrer que nunca aprende a viver

Quando a noite for solitária e o caminho muito longo
Quando achares que o amor é para os fortes e para os sortudos
Basta lembrares-te que num Inverno distante sob a neve amarga
Está uma semente que com o amor do Sol
Na Primavera se torna numa Rosa

(Bette Midler - The Rose)

7 comentários:

Ava disse...

Belo post!

Beijinhos doces, Ava

Eliete disse...

Que coisa mais linda! Adorei! bjs

Rogério Pereira disse...

Amor, amor, amor
Amor não é nem deixa de ser
Ou acontece ou pode nunca acontecer

Amor não é efémero, como a Rosa, a Primavera ou mesmo o Sol
O amor dura sempre sem obedecer a qualquer control
Aquele que julga que o amor acaba pode ter razão...
Importa é saber se estará a falar de amor ou de paixão.
Essa sim, extingue-se como a chama, a Rosa a Primavera ou até mesmo o Sol...

Clara disse...

Tal como Machado de Assis escreveu - Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinhos e há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas.

Quando achares que és um patinho feio, não percas a esperança. Um dia vais-te transformar num lindo cisne, ainda que esse momento dure apenas um instante.

E esta música é linda!

Um beijo
Clara

Gizelda disse...

Querida Helga...

Rosas e espinhos andam aos pares, por isso ser mulher tem um preço.

Não importa.Temos força para isso e muito mais.
SABEMOS QUEM SOMOS E QUANTO VALEMOS.

muitos beijos

Fê-blue bird disse...

Que linda rosa aqui encontrei, adorei este seu post.

beijinhos

Catsone disse...

Muito bom. "Amor" dá sempre panos para mangas ;)