A Princesa que Acreditava em Contos de Fadas

A vida é vivida quando se olha em frente, mas é compreendida quando se olha para trás. 


'A Princesa que Acreditava em Contos de Fadas' de Marcia Grad (psicóloga), foi-me recomendado pela Pedrasnuas e é um livro sobre a procura da verdade e pelas respostas aos porquês da vida. Uma história que nos revela que a felicidade é uma escolha e que os contos de fadas podem mesmo tornar-se realidade, muito embora nem sempre se concretizem do modo que inicialmente os idealizámos. Uma viagem emocionante pelos sinuosos caminhos da vida, da qual destaco algumas passagens do Manuscrito Sagrado desta Princesa, que aprendeu que o direito ao respeito, é muitas vezes sobreposto pela necessidade de sermos amados e que permitir que os juízos dos outros, sejam mais importantes que os nossos próprios juízos, é abandonar o nosso poder. Uma pequena lição de vida que recomendo vivamente.

Tal como o mar avança e recua, também nós avançamos e recuamos com a maré da vida (...) Nos braços da fraqueza está a força, ansiosa por se libertar. Na opressão da dor está o prazer, esperando apenas ser. E no caminho dos obstáculos está a oportunidade (...) A experiência nem sempre é a verdade, pois é colorida pelos olhos através dos quais é vista. É no silêncio da nossa mente que ouvimos a verdade (...) Cada novo momento é um banquete de possibilidades novas. (...) E tudo o que é, em breve será tudo o que foi. 

28 comentários:

Jr Vilanova disse...

Querida amiga,

Uma boa indicação de leitura é como uma luz que acendemos na vida do outro, concorda? Alguém já havia dito isso e concordo plenamente! Agradeçamos, então...

Olha só, tem um presente pra você lá no 'Contatos', vá buscar o seu selo! Foi dado de coração!

Um abraço.
Jr.

Helga disse...

Jr, concordo sim. Apesar da forma de interpretar o mesmo livro poder variar, fica-se sempre mais rico, não só por partilhar um pouco do nosso conhecimento, como pela leitura em si.

Obrigada pela distinção lá no 'Contactos'. A seu tempo, publicá-lo-ei aqui no blog.

Um beijinho :)

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Olá :)

Belíssima sugestão, ainda por cima em tempo de feiras de livro. O excerto é promissor :)

Um beijinho amigo

Tulipa disse...

Obrigada pela partilha. Mais um para a lista que não tem fim. kisses

Helga disse...

Daniel, é uma belíssima história de encantar e com final feliz, mas não pelos motivos usuais dos contos de fadas. Uma reflexão que vale a pena.

Um beijinho amigo :)

Helga disse...

Tulipa, a minha lista também não tem fim. Haja tempo!

Kisses :)

Lala disse...

Já estou a ver que é mais um que vai para a lista de mesinha de cabeceira... ai!

Beijinhos** e obrigada

Poetic GIRL disse...

Eu também acredito em contos de fada, acho que vou ler esse livro... obrigada pela sugestão... bjs

Gizelda disse...

Perfeito...esse excerto já suficiente para uma bela reflexão.

Beijos,Helga.

Teresa disse...

A felicidade é uma escolha: aprendi, com a vida, que é verdade.
Bjs

Helga disse...

Lala, não percas! É uma viagem fantástica!

Beijinhos :)

Helga disse...

Bela, se acreditas, é o livro ideal para ti. Eu passei a acreditar!

Beijinhos :)

Helga disse...

Gizelda, obrigada!

Ando um pouco sem tempo para visitar o seu blog da forma como gosto de o fazer. Prometo que me breve o farei.

Beijinhos :)

Helga disse...

Teresa, é mesmo verdade! Podemos escolher ser felizes e seguir o nosso caminho, ou ser infelizes a tentar mudar alguém e a pensar onde errámos.

Um beijinho :)

Rogério Pereira disse...

Acho que cativou os seus comentadores...
... e a mim também. É sem dúvida na atmosfera do irreal e da fantasia, que se conseguem fazer passar fantásticas mensagens. Eu fiquei com esta: "E tudo o que é, em breve será tudo o que foi."
Apetece-me retribuir-lhe com este pensamento: o que iremos fazer, tem por génese muito do que já fizemos ou deixámos de fazer

Olga disse...

Tenho de ler quando acabar o que a minha mana me emprestou, até vou já escrever, parece-me fantástico e é mesmo o meu estilo, depois direi. Beijinhos.

Melga disse...

...e tudo o que foi voltará a ser, de novo, igual quase nunca, transfigurado quase sempre...

...a bonança sempre depois da tempestade e esta depois da bonança, o ciclo da nossa vida até ao fim da mesma, onde o recomeço é o maior mistério da vida.


Bjinho* Helga

Pedrasnuas disse...

MUITO OBRIGADA...SINTO-ME ORGULHOSA E HONRADA POR TERES SEGUIDO A MINHA SUGESTÃO. ESSE LIVRO MARCOU-ME E FOI MESMO UM MARCO NA MINHA VIDA. CADA UM DE NÓS ENCONTRA-SE NESSA HISTÓRIA...MAIS ATRÁS,MAIS À FRENTE...PARABÉNS PELA INICIATIVA. MUITO LOUVÁVEL.

BEIJINHOS

Helga disse...

Rogério, muito obrigada pelo seu comentário. Sem dúvida o pensamento que me retribuiu, é por si uma excelente mensagem. Somos o resultado das nossas decisões, inclusive das que não tomámos e das coisas que não fizemos.

Um beijinho :)

Helga disse...

Olga, é mesmo fantástico!

Beijinhos :)

Helga disse...

Melga, sê bem aparecido! O ciclo da vida é algo de magnífico. Obrigada pelo teu comentário.

Um beijinho :)

Helga disse...

Pedrasnuas, eu é que agradeço a fantástica sugestão. É realmente um livro interessantíssimo, onde como tu muito bem dizes, cada um de nós se encontra nesta história, mais atrás ou mais à frente. Muito obrigada! Gostei muito e recomendo vivamente.

Um beijinho :)

...uma nota... disse...

Já li. Muito bom. Acredites ou não quem o está a ler agora é o meu filhote. (mas ele até enciclopedias le).

Patty disse...

Mais um livro a ler.
Bjocas
Patty

Helga disse...

...uma nota..., acredito pois! É sem dúvida um livro espectacular e se ele o entender, só tem a ganhar com isso. Digo isso, porque imagino que ele seja ainda relativamente pequeno.

Um beijinho :)

Helga disse...

Patty, vais gostar, tenho a certeza.

Beijinhos :)

Ava disse...

Deve ser realmente interessante de ler, lembro-me de me teres dito que devia de ler este livro e acredita que vou mesmo lê-lo, adorei as passagens que transcrevestes.

Um beiJo com cheiro a Alentejo, Ava.

miGuel pesTana disse...

muito bom esse livro.Tem boas frases de bons caminhos a percorrer pela Vida.