Em Memória


Da esperança e da liberdade. De um povo que um dia, unido, jamais foi vencido.

8 comentários:

Rogério Pereira disse...

Então!
Que é isso?,
Parecendo um gesto funebre
sobre a Liberdade finada
colocando Cravos Vermelhos
sobre as pedras da calçada

Flores ao alto
desçamos a Avenida
causemos o sobressalto

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Helgamiga

Não estamos presos, vivemos em Liberdade e em Democracia. Esta é a única porque as outras que assim se intitulam: directa, orgânica, musculada, etc. são arremedos apenas.

Dizia o Winston Churchil que a pior Democracia é sempre melhor do que a melhor ditadura.

E muito obrigado pela tua visita e pela tua opinião que será sempre bem-vinda. Manda mais e torna-te minha (per)seguidora, sff.

Qjs = queijinhos = beijinhos

Helga disse...

Rogério, provavelmente tem razão, mas não me ocorre outra coisa senão recordar quem um dia teve coragem de ser livre e lutou pela esperança e pela oportunidade.

Um beijinho

Helga disse...

Henrique, podemos não estar efectivamente presos, mas pessoalmente é assim que me sinto. Sem voz, sem voto, sem perspectiva de futuro, sem poder de compra, sem qualidade de vida, sem nada!

De qualquer forma, obrigada por respeitar e aceitar a minha opinião, que é provavelmente a única coisa livre que ainda vamos tendo, embora não nos sirva de nada a não ser aliviar o nosso grito interior.

Quanto a ser sua (per)seguidora, já o sou há muito, apesar de pouco visitar o seu humilde espaço. As minhas sinceras desculpas por isso, mas o tempo tem sido curto, até para cuidar do meu.

Queijinhos também para si :)

Pedrasnuas disse...

Que nunca mais seja vencido pela hipocrisia e pela corrupção...que aprenda a ser raíz do Bem!!!

Beijinho saudoso

Alda disse...

Olá Helga, passei para te desejar uma boa semana!
Um beijinho!

Catsone disse...

Onde pára esse povo?

Fê-blue bird disse...

Minha amiga:
Acendamos de novo a chama da memória!
Porque é tempo de agitar os cravos de novo.

Beijinhos