A Busca da Verdade


"Refugia-te na Arte" - diz-me Alguém - "Eleva-te num voo espiritual, esquece o teu amor, ri do teu mal, olhando-te a ti própria com desdém. Só é grande e perfeito, o que nos vem do que em nós é Divino e imortal! Cega de luz e tonta de ideal, busca em ti a verdade e em mais ninguém!"
Florbela Espanca

É o que farei. Obrigada, Florbela.

17 comentários:

Poetic GIRL disse...

Que bonito isto está por aqui! Adoro a florbela, e é incrível como as palavras dos outros por vezes se encaixam na perfeição nos nossos momentos. bjs

Ava disse...

Sempre sábia a Florbela Espanca. Vou tentar fazer precisamente isso.
Excelente escolha Helga.

Beijinhos.

Rogério Pereira disse...

Ainda hoje me pergunto
como te foi possível passar
Assim, sem subterfúgio
Para o outro lado do amar

(não era a arte, teu refugio?)

Não precisa responder Helga, eu sei que a morte aceita missões contra a sua natureza...

Beijo

maria teresa disse...

Excelente decisão...
Abracinho

Jr Vilanova disse...

Amiga,
São esses os caminhos que também busco trilhar... abro o meu coração e vou, me doando a tudo que me toca ocm verdade...
Deixo meu abraço carinhoso.
Jr.

Carlos Albuquerque disse...

Por muito que às vezes bem nos não possa saber, é dentro de nós que a verdade está.
Trazê-la do mergulho ao nosso interior pode resultar num conflito aberto com o nosso outro eu.
Mas isso é a beleza da vida, o poema que todos os dias escrevemos.
Beijinhos

MZ disse...

Se todas as mensagens escritas chegassem até nós com a clareza suficiente para as interiorizarmos e conseguirmos adaptá-las à nossa vida, era tudo muito mais fácil.

Tu estás atenta, Helga... faz o que for melhor para ti.
Força!

um beijinho

Brown Eyes disse...

Helga por aqui continua a imperar a arte com toda a sua beleza. A verdade vive dentro de nós, sem dúvida e virá à superfície se estivermos atentas. Beijinho grande para ti e obrigada por todo o miminho que me tens dado.

AC disse...

Um refúgio não deixa de ser um refúgio. Chegará sempre a hora em que sentiremos necessidade de o abandonar, de "enfrentar o mundo lá fora".
Mas ainda bem que há refúgios! :)

Beijo

Pedrasnuas disse...

A TUA VERDADE ESTÁ EM TI E MAIS NINGUÉM...E SE A ENCONTRARES VERÁS O QUE FAZER COM ELA...ESSE É O TEU SEGREDO... QUE FARÁ DE TI UM SER MAIOR...COMO JÁ TENS VINDO A DEMONSTRAR...

JOKAS

Gizelda disse...

Buscar a verdade é o que gente faz a vida inteira...mas sempre a procuramos fora de nós.

Esse texto é intensamente poético e, de maneira sutil, fala o que precisamos aprender.

Lindo!
beijos, querida

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Nossa busca é eterna: somos humanos, pois não? :)
Por isso me ausento, por isso estou tentando dar um outro rumo à vida.

Continuo a escrever (vício sem cura), mas não tenho como publicar e manter o blog como devia e todos merecem.

Mas sempre que puder, venho cá ver tuas obras de arte.

Beijo grande de quem não te esquece :)

BeijoaNoite disse...

Ah, minha querida, eu bem que gostaria de deixar o amor e seguir com você... mas não consigo .... isso é minha energia , minha veia, embora também seja meu caos...
Mas Flobela é maravilhosa, né?! E acho que vc também deve ser... Beijo carinhoso a vc!!!

AC disse...

A propósito dum comentário que deixei lá atrás...

Às vezes passamos, apressados, e nem nos damos conta que uma palavra em falta ou um contexto mal ajustado poderão desvirtuar a mensagem...
O refúgio que há em nós, onde nos descobrimos e fortalecemos, é que nos tempera para enfrentar o tal "mundo lá fora". É que não somos ilhas. E precisamos, de braço dado com a verdade da nossa convicção, de estabelecer teias de cumplicidade, de partilha...
Dito isto, é óbvio que as palavras da Florbela são sublimes.

Beijo

Fê-blue bird disse...

Fico muito feliz por saber que vai seguir os sábios conselhos de Florbela Espanca.
Beijinhos e boa semana

MZ disse...

Helga,
Ofereceram-me um "Sunshine" mil e uma faces que eu estou a partilhar contigo e com outros blogues.
Podes ir buscar. É teu, com muito carinho.

bj

Olga disse...

Uma grande verdade!