Cavaleiro Andante


Porque sou o cavaleiro andante
Que mora no teu livro de aventuras
Podes vir chorar no meu peito
As mágoas e as desventuras

Sempre que o vento te ralhe
E a chuva de Maio te molhe
Sempre que o teu barco encalhe
E a vida passe e não te olhe

Porque sou o cavaleiro andante
Que o teu velho medo inventou
Podes vir chorar no meu peito
Pois sabes sempre onde estou

Sempre que a rádio diga
Que a América roubou a Lua
Ou que um louco te persiga
E te chame nomes na rua

Porque sou o que chega e conta
Mentiras que te fazem feliz
E tu vibras com histórias
De viagens que eu nunca fiz

Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre a teu lado
No meu cavalo de pau

Texto: Carlos Tê

19 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Que belo poema, Helga!
Não conheço esse escritor, mas já fiquei fã. Meu pai é pãe hoje em dia, pois minha mãe faleceu há 10 anos.

Mesmo já velha, eu corro pra ele sempre que preciso de colo!

Beijão!

Atena disse...

Os poemas designam perfeitamente - na maior parte das vezes - aquilo que sentimos em relação a determinado assunto ou situação. É preciso é saber escolhe-los!
Parabéns pela escolha... este de facto diz tudo:
"Podes vir chorar no meu peito
Longe de tudo o que é mau
Que eu vou estar sempre a teu lado
No meu cavalo de pau"
Beijinho
Cristina

Helga disse...

Ana Cristina, este poema é de um músico e compositor português, aliás é precisamente a letra de uma das suas músicas. Se puderes ouvir... é linda!
Achei que poderia ser uma bonita homenagem a todos os pais, incluindo os que também são mães como o teu Cavaleiro Andante. Não deixes nunca de correr para o seu colo.

Um beijo grande para os dois, e só uma coisinha... velhos são os trapos, ok? :)

Helga disse...

Atena, muito obrigada! Os poemas têm mil interpretações, dependendo do que o nosso coração quer ouvir. Pessoalmente acho este muito lindo e muito adequado ao amor paterno, que hoje (e sempre) se celebra.

Beijinhos :)

Patty disse...

Gosto muito do Rui Veloso, esta musica é linda.
Bjocas
Patty

Ava Santos disse...

Gostei muito da tua escolha, não podia ser melhor. Eu ainda não postei nada sobre o dia do pai, mas já desejei um bom dia aos pais da minha família, eheheh. E já agora um beijinho para o teu pai também.

Um beijo Ava

Melga disse...

Bjo de pai e adorei o cavaleiro andante:

Poetic GIRL disse...

É tão bom lermos o que uma musica nos diz não é? Acho que ainda penetra mais na alma... bjs

Helga disse...

Patty, eu também gosto muito e esta é como dizes, é linda!
Beijinhos :)

Ava, em nome do meu pai, obrigada!
Beijinhos :)

Melga, beijo de filha... :) Feliz Dia hoje e sempre!

Bela, as músicas têm esse efeito, quer a letra quer a melodia. É por isso que não podemos viver sem música. Ela completa o vazio que muitas vezes sentimos.
Um beijinho :)

Olga disse...

Helga que lindo a conjugação do poema e da foto, até consegui ouvir a voz do Rui Veloso que adoro. Palavras lindas que deixas-te no meu blogue, sabias que tens o dom da palavra ou melhor da escrita? Claro que sabes. Beijinhos grandes querida.

Helga disse...

Olga, muito obrigada! Também adoro esta música do Rui Veloso. É muito terna. Quanto ao dom, não sei, apenas escrevo o que sinto da melhor forma que sei, mas agradeço imenso a tua simpatia e gentileza.

Beijinhos :)

Pedrasnuas disse...

POR ACASO TENHO UM CD COM ESSA MÚSICA E VALE A PENA OUVIR ...É UMA BALADA LINDÍSSIMA...
DEDICADA AOS NOSSOS HERÓIS ...E ENDEREÇADA AOS QUE NOS CATIVAM...

ATÉ À PERSONAGEM DE UM LIVRO...

BEIJINHOS

Tulipa disse...

Muito bonito Helga, é sempre bom passar por aqui. Beijinho

luisa disse...

Também gosto muito deste tema do Rui Veloso. Que bom lê-lo aqui!

Lilá(s) disse...

Olá
Esta música é linda também tenho este CD.
Gostei de aqui passar.

Brown Eyes disse...

Gosto muito de ouvir o Rui Veloso cantar isto. Quem não vibra com histórias de viagens?
Beijinhos

Helga disse...

Brown, esta então é maravilhosa. Tem um encanto especial, não sei bem porquê, talvez pelas histórias...

Beijinhos :)

paulo disse...

Isto não é própriamente um comentário , mas sim uma informação .
Esta letra é cantada pelo Rui Veloso , com música do mesmo , mas a letra é do Carlos Tê .

Helga disse...

Paulo, obrigada pela sua informação. Desconhecia esse facto, que aliás vou já corrigir. O que é seu a seu dono. Muito obrigada!

Abraço :)